Estática? Mas o que é isso?

03 janeiro 2011


Se você meche com computadores ou aparelhos eletrônicos e nunca ouviu falar sobre estática, então este artigo vai te ajudar e muito. Muitas pessoas nem tem ideia de como funciona a energia estática, ou nunca estudou sobre ela. Quem já levou um choque ao tocar em uma maçaneta de porta, de ônibus ou automóvel, ou em um corpo metálico qualquer, como mesas e cadeiras? Isso mostra que as descargas eletrostáticas existem.


O que é energia estática?
A energia estática ocorre quando a quantidade de elétrons gera cargas positivas ou negativas em relação a carga elétrica dos núcleos dos átomos. Para produzir a energia estática é necessário friccionar dois corpos, como o exemplo acima, das mãos. Ela torna menos densa em lugares úmidos, mas não que ela não exista em tais lugares.

Mas o que isso tem a ver com informática ou tecnologia?
Tudo.

Essa energia é o suficiente para danificar um componente eletrônico dentro de gabinetes ou notebooks. Só pode ocorrer porque os componentes que funcionam internamente não usam a voltagem da fonte, como muita gente pensa. A energia que chega a fonte é 110/220, porém a energia passada da fonte para as peças internas do computador é muito menor. Cada componente possui uma voltagem, exemplo: memória RAM 1,5V, processador 3,0V, se a energia que o seu corpo possuir for maior que a voltagem que a peça precisa para funcionar, você poderá dar uma descarga de energia neste componente.

Não siga o exemplo do Noob acima! Danger!!!

Algumas curiosidades sobre Estática:  
Um chip que sofre uma descarga eletrostática nem sempre estraga de imediato. Depende do grau de sensibilidade do chip e da voltagem envolvida. A chamada “falha catastrófica” é a resultante de uma descarga que danifica um chip imediatamente. A chamada “falha latente” é aquela que danifica parcialmente o chip, que pode continuar funcionando normalmente durante mais algum tempo, antes de estragar definitivamente.

O que faz com que uma placa ou chip que não gere calor excessivo, como memórias ou placas de som, deixar de funcionar misteriosamente de um dia para outro? Pode ser a “falha latente” causada por uma ESD (Descarga Eletrostática) durante a instalação.

Alguém já estragou um processador, memória ou disco rígido durante o seu manuseio? Pode ter sido uma ESD

A eletricidade estática é completamente diferente da eletricidade dinâmica, como a das tomadas elétricas ou das saídas de uma fonte de alimentação. A eletricidade estática é um acúmulo de cargas elétricas positivas ou negativas (excesso de elétrons ou falta de elétrons), gerado principalmente por fricção de materiais diferentes. Este tipo de eletricidade não depende de um condutor elétrico para se propagar. Pode ser acumular em corpos isolantes elétricos, como plásticos. Alguns cuidadosos usam luvas de borracha durante o manuseio das peças do computador. Luvas de borracha protegem os circuitos da gordura e da umidade das mãos, mas não da eletricidade estática. As cargas elétricas ficam distribuídas pela superfície do corpo, inclusive sobre a luva, que não dá proteção alguma nesse aspecto.

Na maioria das vezes não sentimos o choque, pois a descarga dura apenas alguns bilionésimos de segundo. Apenas quando estamos carregados com mais de 3000 volts chegamos a sentir o choque. Com 2000, 1000, 500 volts não sentiram choque algum durante a descarga. Mas um chip pode ser danificado com apenas algumas centenas de volts.


Curiosidades:

Aqui, minhas dicas de prevenção:

- Use pulseiras anti-estáticas sempre que manusear um equipamento eletrônico.
- Nunca pense que por estar úmido o tempo, está livre de estática.
- Na falta de uma pulseira, segure em metais que estejam aterrados ao solo, como uma torneira, grade ou até mesmo o gabinete do computador onde haja fio terra.



Responda as perguntas sobre estática em: #BlogIG no Twitter!!!
Comente e Divulgue!!!

0 comentários :